Funer?ria

QUINTA, 18 DE OUTUBRO DE 2018 | |

Princesa Isabel, PB

Portal Cruzaltense no FacebookPortal Cruzaltense no TwitterPortal Cruzaltense no Google PlusFale conosco
Publicado em 09/01/2018 às 18:55:18

Descarte irregular de lixo no centro de Cruz Alta preocupa moradores

Internautas se manifestam e criticam atitude

536_26169753_1533755730073032_1670044510885666405_n.jpg

Na noite da última segunda-feira (08), Andreia Vanusa, moradora de Cruz Alta, flagrou um descarte irregular de lixo no centro da cidade, em frente a um prédio, na rua Barão do Rio Branco, próximo à Farmácia Rio Branco. 

Indignada, Andreia publicou o flagra em uma rede social. "Sabe onde está esse lixo? Em plena rua Barão do Rio Branco, centro, em frente a um prédio lindo. E sabe de quem é a culpa? Do nosso povo", publicou. 

A equipe do Portal Cruzaltense foi até o local e se deparou com diversos itens irregulares, como sofá, pedaços de madeira, garrafas de vidro, entre outros. Conversamos com pessoas das redondezas, mas ninguém soube informar quem foi o responsável pelo descarte irregular.

Para um morador que não quis se identificar, esse tipo de atitude acontece por falta de consciência das pessoas, pois quando chove, o problema pode se agravar. "Já estamos com problemas de alagamento em Cruz Alta. Esse tipo de lixo entope os bueiros, e quando a chuva vem, dificulta o escoamento", comenta.

Manifestações nas redes sociais

Nas redes sociais, diversas mensagem desaprovaram a atitude. "Nossa... Quanta porquice... Isso é lamentável. Povo sem educação!", comentou uma internauta. 

"... Coisa feia! Explique para nossos cruz-altenses que temos que ajudar a embelezar a cidade e mantê-la limpa. Explicar dá, mas entender é o problema...", manifestou Josi Silveira.

"Culpa de quem não tem consciência de separar o lixo. Misturam tudo e acontece isso, pois as pessoas vêm e reviram tudo!", escreveu Maristela Andrade.

O descarte inadequado de lixo é prejudicial à saúde pública e traz danos ao meio ambiente.

Lixo no lugar certo

 O tenente da Patrulha Ambiental de Cruz Alta, Roque Müller, explica que a lei  Lei nº 12.305/10 instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que aborda sobre a questão da destinação dos diversos tipos de descarte de lixo. "Quando alguém enxergar alguém fazendo o descarte incorreto, deve fazer a denúncia. Ligue para a polícia ambiental e nós vamos verificar, fazer um levantamento e ver se através de algum objetivo identificamos e chegamos aos autores. A pessoa que for pega responde nas três esferas, civil, penal e administrativa, vai levar uma multa e vai ter que reparar o dano que cometeu e responder criminalmente", explica Müller.

O coordenador do Meio Ambiente, Diones Biagini, orienta que as pessoas devem ficar alertas sobre hábitos de consumo sustentável e devem utilizar os variados instrumentos para recorrer à reciclagem e à reutilização dos resíduos sólidos (reciclagem e reaproveitamento), bem como a destinação ambientalmente adequada dos dejetos. "Desempenhamos um trabalho de conscientização, colocamos placas de proibido colocar lixo, e por incrível que pareça, as pessoas colocam mais lixo no local proibido. Fica uma aparência horrível para a cidade. As pessoas devem colaborar colocando o lixo em lugar adequado.Temos ponto de coleta, temos a associação dos catadores, que aceitam vidros. Já os sofás, a pessoas têm alternativas. Vou dar a sugestão de três: uma delas é desmontar o sofá e descartar a espuma na coleta da Ansus, e a madeira utilizar como lenha para consumo. Outra alternativa é participar de uma troca solidária, passar o móvel não utilizado para outra família que esteja precisando. E a terceira é tentar restaurar em uma estofaria", explica o coordenador.

Da Redação: Rafael Brondani

shel

Deixe seu comentário