Funer?ria

SáBADO, 23 DE FEVEREIRO DE 2019 | |

Princesa Isabel, PB

Portal Cruzaltense no FacebookPortal Cruzaltense no TwitterPortal Cruzaltense no Google PlusFale conosco
Publicado em 20/01/2019 às 23:12:56

Secretária de Desenvolvimento Social rebate denúncia do vereador Matheus Amaral

Segundo Natália Steinbrenner, não houve proposta oficial da empresa que doaria pães, equipamentos e capacitação profissional para Cruz Alta

1522_images.jpeg

Na última semana, o Vereador Matheus Amaral, através de sua Assessoria De Comunicação emitiu uma denúncia, onde afirma que devido ao descaso da Secretaria de Desenvolvimento Social, o município perdeu a doação diária de 300 pães para Cruz Alta. Segundo a nota, o projeto, que incluía a doação de equipamentos e capacitação profissional, foi levado para outra cidade. A nota foi publicada na íntegra pelo Portal Cruzaltense, na quinta-feira (17).


? Veja a nota emitida pela Assessoria de Comunicação dovereador. 


Após publicação da nota, o Portal Cruzaltense conversou com a Secretária Municipal de Desenvolvimento Social, Natália Steinbrenner. "O vereador está faltando com a verdade. Esse tipo de denúncia sem fundamento nos preocupa. Eu tive apenas uma reunião com um vendedor da empresa beneficente, não foi com ninguém da diretoria. Tivemos essa reunião na tarde do dia 14 de janeiro, no gabinete do prefeito em exercício Taquara, junto com o vereador Amaral. A empresa em questão está buscando projetos que atenda crianças em situação de risco", explica a secretária. 

Natália também comenta que o referido projeto tem uma quantidade mínima de crianças para atender, e que conseguiria chegar ao número solicitado caso fizesse a junção de alguns projetos que já estão sendo desenvolvidos no município. "Ele  (o vendedor) pediu que a gente reunisse e encaminhasse informações e imagens desses serviços. Primeiro ele disse que precisava receber as informações até terça-feira (15), eu disse que era inviável, então o prazo ficou para o dia 16", conta.

Ao Portal Cruzaltense, o vereador Matheus Amaral aponta que a secretaria perdeu o prazo, por isso, o projeto não beneficiará Cruz Alta. Natália rebateu. "Houve interesse, juntei as informações em tempo recorde e enviei para a empresa, mas minutos depois o vereador deu informações totalmente diferentes", afirma.

Entretanto, a nota emitida pela Prefeitura diz, no tópico seis: "Talvez o tempo exíguo para envio destas informações tenha levado a empresa a destinar as doações para outro município". 


? Veja a nota emitida pela Prefeitura de Cruz Alta 


Após as publicações das notas no Portal Cruzaltense e prefeitura, Natália entrou em contato com e empresa responsável e menciona que conversou com o gerente administrativo. "Ele afirmou que nunca haviam feito termo de cooperação com nenhuma prefeitura, eles atendem mais entidades da sociedade civil. Os outros projetos que eles têm não são com a prefeitura. Não recebi nenhuma proposta oficial da empresa", menciona. 

A nota oficial da prefeitura também expõe o nome da empresa beneficente, o que, segundo o vereador Amaral, foi falta de senso da secretaria de Desenvolvimento Social. "Não era para divulgar o nome da empresa. A empresa era para ser anônima, frisamos isso várias vezes com a secretária. O vendedor deixou claro. Perdemos o projeto por causa da incompetência dela, pronto!", lamenta Amaral.

O vereador contesta os argumentos da secretária sobre estar faltando com a verdade. "O vendedor quer ser parceiro da cidade. O que eu ganharia mentindo? Nada!", realça.

O Portal Cruzaltense tentou contato com a empresa em questão desde sexta-feira, 18, mas até agora não obteve sucesso. A equipe continuará tentando contato até conseguir conversar com alguém da direção da empresa. Conforme o retorno deles, atualizaremos esta matéria.

shel

Deixe seu comentário