Funer?ria

QUINTA, 15 DE NOVEMBRO DE 2018 | |

Princesa Isabel, PB

Portal Cruzaltense no FacebookPortal Cruzaltense no TwitterPortal Cruzaltense no Google PlusFale conosco
Publicado em 31/10/2018 às 13:13:31

Em Brasília, Westphalen reafirma compromisso com o municipalismo

"É necessário modificar o Pacto Federativo para que os municípios tenham mais autonomia e possam investir em saúde, infraestrutura, educação e segurança. A vida acontece nas cidades." Salientou o deputado.

1432_WhatsApp Image 2018-10-31 at 12.05.50.jpeg

Na terça-feira (30), o deputado Pedro Westphalen, participou da reunião do Conselho Político da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Conforme informações da CNM, todas as cinco regiões do Brasil foram representadas pelos presidentes das entidades municipalistas dos 26 Estados da Federação na reunião. O presidente da entidade, Glademir Aroldi, coordenou os debates que, entre outros assuntos, trataram das pautas e das próximas articulações do movimento municipalista.

Westphalen reafirmou seu compromisso com a Confederação e a defesa dos municípios, "o municipalismo é uma das minhas principais bandeiras. É necessário modificar o Pacto Federativo para que os municípios tenham mais autonomia e possam investir em saúde, infraestrutura, educação e segurança. A vida acontece nas cidades. Reafirmo aqui com vocês o meu compromisso nessa luta, sempre estarei junto com a Confederação" concluiu.

Na abertura do encontro foi destacada a atuação da Confederação durante o período eleitoral, um vídeo exibido mostrou o resumo de todas as reuniões, entrevistas e ações que a CNM, representando o movimento municipalista, participou ou promoveu durante as eleições.

Aroldi destacou que a entidade não diminuiu o ritmo de trabalho mesmo no período em que o Congresso Nacional ficou praticamente parado. "A nossa grande bandeira é a busca pelo fortalecimento dos Municípios e pela melhoria na qualidade de vida da população brasileira", resumiu.

Mobilização

Na reunião foi decidido que o movimento municipalista fará uma mobilização nos dias 19 e 20 de novembro. "A previsão é que no dia 19 a gente se reúna com o Executivo, para tratar de assuntos que ainda podem avançar neste governo. E no dia 20 pela manhã nossa pauta será no Judiciário, para buscar junto ao presidente do STF [Supremo Tribunal Federal] a análise dos royalties e à tarde no Congresso Nacional", explicou o presidente.
As pautas que tratam no Congresso Nacional também foram debatidas.

 

Informações: Mabília Souza 

Fotos: Jefferson Viana/Ag. CNM

Edição: Kika Rauber

 

shel

Deixe seu comentário